Receba as atualizações por e-mail

quarta-feira, 22 de junho de 2011

New Retro

A revista EmbalagemMarca (EM) trouxe esse mês uma reportagem muito interessante sobre a crescente tendência do renascimento de antigas embalagens. Visuais antigos têm sido resgatados, mas com um toque de atualidade. EM explicita que embalagens retrô de sucesso precisam estar sintonizadas com a tecnologia contemporânea, trazê-las de volta não é simplesmente o ato de retirá-las do baú. É o visual vintage somado a todos os benefícios da tecnologia moderna.

Embalagem Pepsi Throwback renascida: sucesso internacional de vendas, fórmula e imagem resgatadas do passado. A versão vintage tinha data certa de expiração, a lata trazia os dizeres "por tempo limitado", mas devido ao sucesso, entrou no portfólio definitivo da Pepsi.

É uma tendência já fortalecida nos EUA e na Europa e começa a se firmar por aqui. Estrategicamente posicionado, parte do retrô busca trazer um conforto psicológico, um retorno a tempos de menos pressão e rigor, que ganha ainda mais expressividade nos países fortemente atingidos pela recente crise. A nostalgia, a ideia de que o passado foi melhor, reviver os "bons tempos" que tantos de nós ouvimos de nossos avós e pais quando crianças e que só mais tarde entendemos. Tudo isso contribui para o sucesso e permanência desses produtos.

Doritos - mais um case internacional de empresas que tiraram da gaveta antigos desenhos de embalagens para recolocar nas prateleiras das lojas.

Um dos aspectos mais importantes que fazem o sucesso de um produto retrô é a preservação da simplicidade do design e não só o fato de ser fiel ao seu antepassado. Brian Collins, diretor do escritório de design americano Collins, diz que esses elementos gráficos "trazem uma simplicidade intrínseca, típica da estética das décadas passadas".

A autenticidade, a simplicidade, a identidade, a associação, a independência e a diversão são quesitos relevantes para qualquer geração e devem ser consideradas como pontos importantes na formação de estratégias de lançamento de produtos retrô. O retrô possibilita descobertas e redescobertas,  seja experimentada como nostalgia pelos mais velhos ou como novo, diferente e genuíno pelos mais novos.

Lava-roupas Tide que também ganhou versão retrô nos EUA. Roupagem antiga, mas performance moderna.

Um produto inteiramente fiel ao do passado é um produto ultrapassado e não retrô. Um verdadeiro produto retrô bem-sucedido é aquele que consegue reviver apresentando adaptações aos padrões atuais.

Outro importante ponto que tem sido comum nos atuais produtos retrô é a construção de comunidades na internet permitindo aos consumidores interagir, experimentar, trocar sensações e divulgar, a fim de atingir um grande número de pessoas, conquistar novos seguidores e sem dúvida, alavancar as vendas.

A Schincariol criou para a Itubaína dois blogs na internet com músicas retrô e games, além de perfis no Orkut, Facebook e Twitter.

No Brasil também já foram lançadas séries de embalagens retrô, a Neltlé é uma das grandes referências nessa tendência por aqui. Pensando no potencial de vendas, a empresa lançou no início de 2010, cinco embalagens históricas de Leite Moça: as de 1937, 1946, 1957, 1970 e 1983. Entretanto é possível perceber que o shape exclusivo acinturado utilizado atualmente, consquista permitida pela evolução tecnológica, foi mantido. Além disso, o produto atual não foi retirado do mercado, aliás esse seria um grande erro, pois há uma considerável parcela de consumidores cativos das embalagens contemporâneas e não podem ser esquecidos. Há sempre aqueles que gostam das coisas como estão e não recebem tão bem mudanças como essas.

Leite Moça - versões de 1922 até hoje, embalagens retrô estimulam colecionadores.

Visual retrô em shape moderno acinturado, visual vintage e shape conquistado pela tecnologia moderna.

Nescau também é outro exemplo, manteve o shape singular retorcido com visuais de 1932, 1960, 1986 e 1998. A Nestlé preferiu não informar números segundo reportagem da EM, mas garantiu que a ação foi um sucesso de vendas.

As embalagens retrô com edição limitada de Nescau incluem até versão de logo quando era escrito com "o" no final, "Nescao" de 1932. O visual também ganha selo comemorativo de 90 anos da instalação da 1ª fábrica da Nestlé no país e mantém shape retorcido diferenciado, benefício permitido pelas novas tecnologias.

O visual retrô também estimula os colecionadores que, claro, não se contentariam com um ou outro exemplar. Colecionador de verdade faz tudo por uma coleção completa e nada mais conveniente do que ter todos os modelos disponíveis nas prateleiras dos mercados, prontos para serem comprados.

Não é difícil perceber que a nostalgia está em alta. São inúmeras as festas temáticas de décadas passadas. É bastante fácil encontrar nos fins de semana eventos flashbacks tais como as "Festas Plocs" nas grandes capitais. Se você já foi a uma, deve ter percebido a agitação com o toca-toca de músicas antigas e como os salões ficam lotados.

A Ambev também entrou na onda flashback relançando a Antarctica Original, criada em 1906.

Há ainda empresas que buscam resgatar usos e materiais passados, mas em produtos novos e sem visual gráfico retrô. A embalagem de leite Top Mild lançou garrafas de leite em PET cristal inspiradas nas garrafas de vidro vendidas antigamente, verdadeiros ícones nostálgicos que dominaram o mercado de leite no Brasil até boa parte da segunda metade do século passado.

Frasco em PET revive antigas garrafas de leite em vidro, mas mantém decoração contemporânea.

Campanhas promocionais por tempo limitado para testar o mercado é uma boa medida para os mais cautelosos. Assim é possível verificar a aceitação do produto e em casos de sucesso, lançá-las sazonalmente ou mesmo mantê-las definitivamente.

A Bauducco aproveita para resgatar elementos visuais antigos em determinadas épocas do ano como é o caso dessas latas de panetone.
Lata produzida para o Natal decorada com motivos antigos. Também relembra a tradição e a história da marca, sem dúvida um diferencial de peso.

A satisfação das carências sentimentais dos consumidores expressa em entusiasmantes números de vendas comprovam o estímulo da compra por impulso e atendem as expectativas empresariais e varejistas. Contudo não basta empolgar-se com previsões e números e sair "pipocando" embalagens como se fossem antiguidades, velharias sem vigor, sem expressão e personalidade. É preciso saber reviver o clássico, ter apoio de marcas fortes, tecnologia de ponta e a dose certa de criatividade.

segunda-feira, 20 de junho de 2011

Taste - Mais que apenas comida

Uma embalagem que acondiciona alimento e incentiva o cultivo de plantas em sua própria cozinha é sensacional. Esse projeto levou em conta o crescimento da nossa dependência de produtos mais convenientes ao mesmo tempo em que grande parte da população segue rumo ao envelhecimento. Então a hora de introduzir uma nova abordagem passo-a-passo para cozinhar é agora.



Taste incentiva o preparo de refeições a partir do início utilizando uma gama conveniente de ingredientes base. O preparo das refeições é dividido em etapas simples, permitindo que qualquer pessoa as complete um passo por vez, sem mistérios ou ansiedades.

Cada ingrediente tem um cartão de receitas individual que ajuda no processo de preparo das refeições, fornecendo a confiança necessária para continuar a cozinhar.



Além disso, o que achei mais interessante é que a embalagem pode ser reaproveitada, pois a mesma forma uma espécie de recipiente para plantar pequenas ervas que podem ser usadas depois em preparos de outros pratos. Essa outra função não só dá a embalagem longevidade, mas também contribui para o objetivo principal que é desenvolver novas habilidades.



Uma tradicional e nostálgica abordagem foi utilizada no design a fim de garantir que o usuário se sinta confortável enquanto cozinha e, ao mesmo tempo, incentivando-o a formar um vínculo emocional com o produto.

As cores e as embalagens - Tonic alimentos funcionais

Existe uma forte tendência de crescimento de produtos alimentícios funcionais. Lá fora já é bastante difundido, há inúmeros tipos de produtos com diversas funções. Já no Brasil, ainda é pouco expressivo, contudo temos bons exemplos como os laticínios Activia que prometem regularizar os intestinos preguiçosos e Actimel que prometem melhorar a imunidade.

Tonic é mais um exemplo internacional de alimento industrizalizado funcional. Prometem melhorar a saúde, cada um focando algo específico: focus, detox, energy, calm e immunity.



Cores primárias e secundárias foram escolhidas para comunicar a essência de cada SKU, são cores vibrantes, simples, mas de personalidade. O apelo "100% natural" é um dos primeiros na face frontal e é bastante forte no que se refere a vendas em países desenvolvidos. Cada cor procura expressar a função de seu conteúdo, azuis para "calm", vermelhos para "immunity", verdes para "detox", laranjas para "focus" e amarelos para "energy".

O que acho mais interessante é essa relação das cores com cada função, o que cada cor expressa. Não tenho dúvidas de que as cores foram bem estudadas e distribuídas, não precisa ser um estudioso do assunto para perceber o que elas nos passam. Aliás, o mais importante é que as cores se comuniquem bem com seu público-alvo e quanto mais o designer tiver domínio dessa ferramenta, melhor e mais assertivos serão seus projetos.

Falando em cores, vamos aos seus significados nesse contexto. O vermelho evoca a imunidade que, em nosso corpo, circula em glóbulos brancos no nosso sangue. Alguma dúvida sobre a utilização dessa cor para imunidade? O verde comunica o natural, as ervas, o medicinal, focando aqui a desintoxicação, a limpeza do organismo. Bastante claro e objetivo, sem discussão. O laranja é forte, expressivo, chamativo, prende o foco, a atenção, a concentração. Quem consegue não olhar um laranja que aparece de repente em seu campo visual? Não concorda? Então por que cones de trânsito e uniformes de varredores de rua são laranjas? O azul é tímido, relaxado, sereno, clean, celestial, tranquilo, comunica bem-estar e, sem dúvida, calma. O amarelo é vibrante, é luz, é calor, é fonte, comunica energia. O sol é pura energia, sem ele não haveria vida.

As cores são um assunto muito interessante e há muito o que se falar e discutir, confesso que fico sempre de olho, estudando e cada dia aprendo algo novo seja observando, seja lendo, seja navegando.

Até a próxima.

sexta-feira, 10 de junho de 2011

Bath and Body Works Signature Collection

Não deixo de admitir que adoro Bath and Body Works, seja pela beleza das embalagens seja pelas fragrâncias.




Os shapes são simples, mas têm graça e personalidade, cada programação visual é perfeita para seu respectivo produto. Isso é algo muito importante, relacionar o conteúdo ao exterior, fragrância à embalagem. Isso é algo que a B&B Works faz muito bem. As composições de cor são ricas, com ou sem contrastes o equilíbrio e a beleza são evidentes.


Esses lançamentos estão magníficos, não canso de observar e contemplar. As cores, os grafismos, os detalhes, é tudo muito feminino e ao mesmo tempo que tem delicadeza, é também marcante.




Eu adoraria ter cada um, os perfumes da B&B Works são sempre cheios de personalidade e isso é um grande atrativo, é o diferencial da marca. Há diversos acordes doces, mas não são enjoativos. Os florais são quase que obrigatórios e dão o toque especial. Não é mais um daqueles cheirinhos de produtos comuns para a pele, é realmente algo especial, sofisticado. Cada produto que experimento deles é uma surpresa agradável. Mesmo que uma fragrância não seja minha preferida, a qualidade é evidente.



Sinceramente, opinião de consumidora, são melhores que Victoria's Secrets em todos os sentidos. A começar pelas fragrâncias e pela qualidade dos produtos. 

Sou amante de cosméticos, ainda mais de produtos como esses que despertam meu interesse e admiração. É uma pena não haver uma loja da B&B Works por aqui.

Natural Inspirations

Essas belas embalagens de Natural Inspirations, cosméticos para corpo e banho, criadas pela Duffy & Partners, ao mesmo tempo que oferecem cuidados para o corpo, ajudam nas pesquisas para a cura do câncer de mama.






As embalagens em tom rosa pálido possui belas ilustrações de plantas com conjuntos de cores que representam e diferenciam cada blend aromaterapêutico. 


Essas embalagens me despertaram a vontade de cheirar cada blend, imagino que sejam ótimas e de qualidade, pena que não tem por aqui para eu passar minha sensação...